Mudando de vida – 24 quilos eliminados com Laila Bazzo

Olá amores

Toda segunda feira….

Oba, segunda feira, mais uma semana começando e hoje dou inicio a minha dieta, porque segunda é o dia!

Uma hora depois: Ah mais está frio vou começar amanhã, eu já comi um monte no café da manhã não vai adiantar, mais pensando bem terça não é dia de começar a dieta, acho que vou deixar para semana que vem porque ai faço tudo certinho sem desculpa.

Se identificou? Está passando ou já passou por isso? Então hoje o post é especialmente para você. Eu sei o quanto é difícil emagrecer e começar a ter uma vida saudável, mais a palavra chave não é Dieta a palavra chave que realmente vai mudar a sua vida é Reeducação Alimentar.

A historia hoje é da Laila Bazzo (minha amiga, tem post dela aqui). Espero que motive o seu ponta pé inicial.

IMG-20150320-WA0001O que te fez desejar essa mudança?

Eu tinha dores muito fortes nas costas e nos joelhos e após alguns exames, eu descobri que estava com um desvio na coluna. Fui a um médico especializado em lombalgia e ele me orientou a emagrecer, pois o peso (eu tive obesidade tipo I) estava afetando minha postura e coluna. O médico meio que “acabou” comigo falando que o problema era meu peso, que eu era nova e que eu tinha que pensar no futuro, etc. Ele me passou remédio para dor e fisioterapia apenas por desencargo de consciência mesmo, pois segundo ele o problema era a obesidade. Sai do consultório arrasada, porém, decidida a mudar.

 –

Até chegar ao seu ideal o que foi mais difícil?

O inicio, para mim, foi o mais difícil… Tive inúmeras recaídas, chorava muito, me sentia sozinha… O processo de desintoxicação do corpo é o período mais sofrido, porque nosso corpo está acostumado com um tipo de alimentação e de repente, ele tem que se acostumar com outro. Então, com toda a certeza, foi o início.

Antes1

Para atingir seu objetivo foi importante contar com ajuda profissional ou sozinha você conseguiu?

Antes de fazer a reeducação alimentar, eu tentei muitas coisas diferentes. Líquidos por um dia, remédios para diminuir o apetite, dieta sem carboidratos, dietas malucas (tinha uma, por exemplo, que você só podia comer ovos, presunto e café o dia todo!), enfim, uma porção de coisas que sempre me faziam voltar ao peso ou engordar mais. Eu sofria tanto com o efeito sanfona que se me abraçassem apertado eu tocava um forró! Rsrs

Após a consulta com o médico, eu contei com a ajuda de uma nutricionista, uma psicóloga e uma esteticista para alcançar meu objetivo. A nutricionista me orientava com a alimentação, a psicóloga trabalhava o lado emocional e a esteticista me ajuda com massagens para eliminar a retenção de líquidos.

Conte-nos o que mudou na sua vida?

Muitas coisas. Faz três anos que minha jornada teve inicio e eu me sinto muito abençoada por ter ultrapassado meu objetivo. Quando eu estava com 83 quilos queria chegar aos 68 quilos, quando cheguei aos 68 consegui emagrecer mais nove quilos… Ao todo foram 24 quilos eliminados. Nesse período eu mudei de emprego, pois o meu não tinha horários fixos e eu precisava de regras para conseguir alcançar minha meta, comecei a faculdade, conheci gente que me incentivou muito, eliminei algumas pessoas que não me faziam bem, conheci o meu futuro marido, minhas amizades (verdadeiras!) tornaram-se mais fortes e tudo o que não me fazia emocionalmente bem, eu eliminei. Portanto, eu não só eliminei alguns quilos, eu consegui organizar a minha vida do jeito que eu sempre quis.

 –

O que você sugere para as pessoas que desejam mudar de vida?

Primeiro, elas têm que se sentir motivadas por alguma razão! Não adianta o mundo falar que elas não estão bem, a pessoa tem que sentir que precisa melhorar e ter a iniciativa para seguir em frente. E a minha sugestão é procure ajuda de profissionais! Não façam NADA sozinhos, é perigoso e no final o resultado não vale o mal que você está fazendo à sua saúde.

Depois1Quero deixar claro que o problema não é estar acima do peso, o problema é quando isso não te faz bem, seja emocionalmente ou por saúde. Ai sim é necessário uma mudança e como a Laila disse essa motivação só depende de você.

Você tem uma história de superação? Quer dividir com a gente? Me envia uma mensagem via Facebook ou comentários aqui no blog que a sua história pode aparecer aqui, lembre-se que tem muitas pessoas passando por isso.

Bom amores, por hoje é isso, espero que tenham gostado.

Beijos

assinatura